Fernanda Ferreira

Fernanda

Títulos
  • Fernanda Ferreira
    O MEU TRABALHO

    Estou integrada na área de Títulos do Banco.
    O aspecto mais interessante do meu trabalho é o facto de saber que o novo dia nunca vai ser igual ao anterior, e que novos desafios surgem com muita frequência. Tendo em conta a complexidade – e naturalmente a sensibilidade – da informação tratada no nosso Departamento, e uma vez que a nossa função se traduz apenas numa parte do serviço prestado ao Cliente pelo Banco, a capacidade para trabalharmos em equipa revela-se fundamental para assegurarmos a qualidade da nossa prestação.
    A necessidade de garantir a actualidade, a fiabilidade e o rigor da informação prestada aos Clientes é, claramente, o aspecto mais exigente da minha função.
    Penso que o gosto pelos desafios difíceis, o facto de não desistir com facilidade, e um espírito exigente, rigoroso e prestável são as minhas características pessoais que mais me ajudam a desempenhar a minha função.

  • Fernanda Ferreira
    O MEU PERCURSO

    Cheguei ao processo de recrutamento do Banco Invest em 2007, após o envio do meu curriculum. Contei com a recomendação do meu actual Director, com quem já tinha trabalhado no passado. Na mesma altura, fui desafiada por outra instituição bancária, de maior dimensão. Mas a transparência e o grau de solidez do Banco Invest fizeram-me lutar para não perder esta oportunidade.
    As primeiras impressões em relação às pessoas? Profissionais.

  • Fernanda Ferreira
    OS MEUS INTERESSES

    Os meus filhos ocupam grande parte do meu tempo, e são de facto o meu grande interesse, o meu grande desafio. Educamos, aprendemos, jogamos, brincamos, lemos, etc.
    Como considero muito importante termos um tempo só para nós, pratico ginástica, Cardio e Fitness. Faz-me sentir bem, muito bem! Por vezes testo-me: consigo subir até aos escritórios do Banco, no 11º andar, em 4 minutos!
    Sempre fui fã de puzzles. Cheguei a fazer apostas com os amigos relativamente ao prazo de construção de puzzles de 2.000 peças. Por incrível que pareça, é um passatempo que me acalma muito. Já comecei a incutir o gosto por esta actividade nos meus filhos. E o mais velho já começa a gostar.
    Por outro lado, colecciono selos de todo o mundo: este interesse vem desde os tempos de criança, quando descobri os selos nas cartas que os meus pais trocavam quando eram namorados. Também gosto muito de ballet. Tento nunca perder a oportunidade de ver as peças que me parecem interessantes.
    Para desenvolver uma carreira no sector bancário, penso que é necessário o gosto pelos desafios, um espírito empreendedor, e capacidade para saber lidar com o stress.


ACESSO INVEST ONLINE
Este site utiliza cookies para funcionar correctamente. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. SABER MAIS Concordo