Martim Macedo

Martim

Private Banking
  • Martim Macedo
    O MEU TRABALHO

    Estou integrado no Departamento de Private Banking do Banco Invest. Penso que o aspecto mais interessante do meu trabalho, que resulta do facto do mercado estar em constante mutação, reside na capacidade que temos de ter para percebermos quando é que um acontecimento que acaba de surgir pode, ou não, pôr em causa uma estratégia de investimento, ou constituir uma nova oportunidade de investimento.
    No desenvolvimento das minhas funções, o trabalho de equipa é muito importante, especialmente nos momentos de maior fluxo de informação, onde a possibilidade de partilharmos diferentes pontos de vista contribui para uma melhor interpretação final dos acontecimentos.
    Sou uma pessoa calma e ponderada, e julgo que isso transmite alguma tranquilidade, tanto aos Clientes como aos meus colegas, especialmente em momentos de maior tensão. Permite-me também não tomar decisões precipitadas e concentrar-me mais no que é importante e menos no que pode ser urgente, mas menos relevante.

  • Martim Macedo
    O MEU PERCURSO

    Iniciei a minha carreira profissional no Banco Invest, em Janeiro de 2006, depois de completar o processo de recrutamento.
    Encontrei um bom ambiente de trabalho, boas relações entre os colegas de todos os departamentos e um forte espírito de entreajuda. Sempre contei com o apoio de todos até me sentir à vontade nas minhas funções.
    Ao longo do meu percurso no Banco, tive naturalmente diversas experiências que considero interessantes. Mas julgo que a mais relevante, e talvez uma das maiores aprendizagens que terei ao longo da minha vida, foi ter assistido, dentro de uma Sala de Mercados, a uma das principais crises financeiras da história económica mundial. Tive oportunidade de observar, numa situação extrema, a forma como o funcionamento do mercado pode influenciar a valorização das empresas, e o comportamento dos diferentes tipos de investidores, em ambos os lados do mercado. Dificilmente voltarei a ter uma experiência tão enriquecedora do ponto de vista dos mercados, do mundo e do comportamento humano.

  • Martim Macedo
    OS MEUS INTERESSES

    Pratico golfe desde os 10 anos. Fui jogador da equipa de Golfe do Santo da Serra até à minha entrada na faculdade, com quase 18 anos. Por outro lado, tenho grande paixão por automóveis, e participo com alguma regularidade, desde os 18 anos, em competições de automóveis clássicos.
    Gosto imenso de viajar, de conviver com amigos e de ver um bom filme.
    Desde os 13 anos que me lembro de querer estar ligado aos mercados financeiros, e tive a sorte de o conseguir no meu primeiro emprego. Antes disso, quis ser piloto de fórmula 1, mas rapidamente me apercebi que seria extremamente difícil.
    Que conselho daria a quem equacione a possibilidade de fazer carreira no sector bancário? O conselho que dou a todos é que procurem fazer aquilo de que gostam. Seja em que sector for, acredito que a única forma de sermos realmente bons no que fazemos é fazendo aquilo de que gostamos.


ACESSO INVEST ONLINE
Este site utiliza cookies para funcionar correctamente. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. SABER MAIS Concordo