Pedro Dias

Pedro

Crédito
  • Pedro Dias
    O MEU TRABALHO

    Estou integrado no Departamento de Crédito do Banco. Tenho sob a minha responsabilidade a área de formalização de contratos, e a produção de informação de gestão relacionada com a actividade de concessão de crédito. Contribuo também activamente para o desenho e implementação de processos inerentes a esta actividade.
    No meu departamento, o trabalho em equipa revela-se particularmente importante na determinação das necessidades especificas de cada função, o que me permite desenvolver com incrementada ajustabilidade as soluções mais adequadas para fazer face às necessidades existentes, e assim potenciar a actuação mais eficiente de cada tarefa.
    Considero que o meu maior desafio consiste na conjugação de tarefas de natureza bastante diversa e na procura de soluções adequadas e aceites pela equipa como instrumentos de alcance de maior eficiência, no desenvolvimento das funções específicas de cada elemento da equipa de trabalho.
    Penso que a característica pessoal que melhor tem contribuído para o desempenho das minhas funções é o investimento constante no desenvolvimento das minhas competências, de uma forma auto-induzida. Para tal, contribui a minha capacidade de aprendizagem técnica e de apreensão das necessidades específicas do Banco Invest, bem como o facto de nunca ficar satisfeito com as soluções encontradas, procurando constantemente uma melhor resposta a cada necessidade.

  • Pedro Dias
    O MEU PERCURSO

    Cheguei ao processo de recrutamento do Banco Invest em 2000, em resultado do trabalho desenvolvido até então. Encontrei um Banco muito familiar, bastante distinto da banca comercial, nomeadamente no que concerne à sua forma de actuação no mercado e à interacção com os seus Clientes.
    Tive, igualmente, a percepção de que relativamente à política de gestão dos recursos humanos, as pessoas seriam valorizadas pelas suas competências e não reduzidas a meros números ou instrumentalizadas como simples meios de atingir objectivos, como acontece na quase totalidade da banca comercial.
    Ao longo do meu percurso no Banco, a experiência que considero mais interessante consistiu na minha participação, na qualidade de consultor das características do negócio, no estudo e desenvolvimento integral, em conjunto com um fornecedor, de uma nova solução informática para a àrea de crédito do Banco. Actualmente, este sistema é utilizado, pelo menos, por mais oito instituições financeiras, em Portugal e no estrangeiro.

  • Pedro Dias
    OS MEUS INTERESSES

    Uma imagem vale mil palavras está completamente ultrapassado. Na verdade, uma simples máquina fotográfica tem o poder de capturar emoções, sentimentos, sensações, a verdadeira essência das coisas. A fotografia é uma forma de arte e até um gestor, que normalmente é tido como alguém frio e unicamente ligado ao mundo dos números, pode ter uma alma criativa e sensível, capaz de produzir arte.
    A bricolage é um entretimento útil e sendo uma pessoa auto-didacta, gosto de saber fazer de tudo um pouco. Por esta razão, como em tudo, arregaço as mangas e meto mãos á obra, dado que aprendi a valorizar muito mais aquilo que nós próprios construímos.
    A prática do voluntariado tem como intenção ajudar os outros. Acredito que é minha obrigação ajudar os que, por uma razão ou por outra, passam necessidades. Hoje são eles, amanhã podemos ser nós.
    O desporto ajuda a manter-nos equilibrados e em forma, constituindo uma das formas de lidarmos com o stress do dia-a-dia. Pratico assim ciclismo e natação, procurando a máxima "mente sã em corpo são".
    Penso que uma pessoa que esteja interessada em ter uma carreira de sucesso no sector bancário terá de possuir capacidade de apreensão, processamento e gestão do ambiente que a rodeia. Terá de ser dinâmica, e procurar sempre novas soluções, mesmo nas situações em que considera já estar perante a melhor solução possível.


ACESSO INVEST ONLINE
Este site utiliza cookies para funcionar correctamente. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. SABER MAIS Concordo