Invest Blog

Invest Focus

Acompanhe os destaques e principais tendências do dia que influenciam as bolsas em todo o mundo

  • Agenda Semanal
    21 a 25 Maio 2018
    Fonte: Banco Invest
    agenda

    A próxima semana será dominada pelos bancos centrais com vários discursos dos seus membros e a divulgação das minutas das últimas reuniões de política monetária da Reserva Federal (dia 23) e Banco Central Europeu (dia 24). No final da semana realizam-se também as reuniões do Eurogrupo e Ecofin em Bruxelas.

    Estes são os principais eventos:

    Segunda-feira, 21 de Maio 2018

    • Várias bolsas encerradas devido ao feriado Pentecostes, nomeadamente Alemanha, Canadá, Dinamarca, Noruega, Suíça, Áustria
    • 08h00: Discurso de Nowotny, membro do BCE
    • 00h50: Balança Comercial do Japão (Abril)
    • Discursos de vários membros da Fed: Bostic (17h15), Harker (19h05) e Kashkari (22h30)
    • Apresentação resultados Europa: Ryanair Holdings

    Terça-feira, 22 de Maio 2018

    • Último dia que as acções da NOS e REN negoceiam com direito ao dividendo
    • Bolsa de valores de Hong Kong encerrada devido ao aniversário do Buda
    • 08h00: Balança Comercial Espanha (Março)
    • 08h15: Discurso de Carney e Vlieghe, membros do Banco de Inglaterra
    • Apresentação resultados Portugal: Sonae Capital (DF)
    • Apresentação resultados Europa: NEX Group
    • Apresentação resultados EUA: Advance Auto Parts (AA), AutoZone (AA), Kohl's (14h00), Intuit (DF), Hewlett Packard Enterprise (DF)

    Quarta-feira, 23 de Maio 2018

    • NOS e REN negoceiam sem direito ao dividendo de €0,30 e €0,171 por acção respectivamente.
    • 09h00: Índice PMI Zona Euro (Maio)
    • 09h30: Inflação Reino Unido (Abril) 
    • 14h45: Índice PMI EUA (Maio)
    • 15h30: Reservas Semanais de Energia EUA
    • 16h00: Assembleia Geral da Navigator 
    • 19h00: Minutas da reunião da Reserva Federal EUA
    • Apresentação resultados Europa: Marks & Spencer Group, Babcock International Group
    • Apresentação resultados EUA: Tiffany & Co (AA), Lowe's Cos (AA), Target (11h30), Ralph Lauren (13h00), NetApp (DF)

    Quinta-feira, 24 de Maio 2018

    • Assembleias Gerais: Glintt (10h00) e Semapa (16h00)
    • Reunião do Eurogrupo, em Bruxelas
    • 02h30: Discurso de Sakurai, membro do Banco do Japão
    • 07h00: PIB Alemanha (1º trimestre)
    • 09h30: Vendas a Retalho Reino Unido (Abril)
    • 13h30: Minutas da reunião do Banco Central
    • 13h30: Pedidos Subsídio Desemprego (Maio)
    • 15h00: Vendas de Casas Usadas (Abril)
    • 18h00: Carney, membro do Banco de Inglaterra
    • Apresentação resultados Europa: United Utilities Group, Tate & Lyle
    • Apresentação resultados EUA: Hormel Foods (AA), Best Buy (11h00), Medtronic (11h45), Ross Stores (21h01), Autodesk (21h01), Gap (21h15)

    Sexta-feira, 25 de Maio 2018

    • Assembleias Gerais: Grupo Media Capital (09h30), Pharol (11h00) e Luz Saúde (12h00)
    • Reunião do Ecofin, em Bruxelas
    • 08h00: Discurso de Villeroy, membro do BCE
    • 09h00: Índice IFO Alemanha (Maio)
    • 09h30: PIB (1º trimestre)
    • 13h30: Encomendas de Bens Duradouros EUA (Abril)
    • 15h00: Confiança medida pela Universidade de Michigan (Maio)
    • Discurso de vários membros da Fed: Powell (14h20), Kaplan, Evans e Bostic (16h45)
    • Apresentação resultados EUA: Foot Locker (11h45)
  • Mercados Financeiros
    "Cash is no longer King" - Alocação em liquidez atinge mínimos recorde
    Fonte: BofA Merrill Lynch
    cash

    Dinheiro já não é o que era! Com o aumento das taxas de juro das obrigações norte-americanas, tornou-se menos atractivo ter liquidez.

    O BofA Merrill Lynch anunciou hoje que a alocação nesta classe de activos para os particulares está nos 9,8% que é um novo mínimo recorde.

    A última vez que isto aconteceu foi em Abril de 2007 quando atingiu 11%.
  • Europa
    Mercado italiano reage mal ao acordo
    Fonte: Banco Invest
    eur1805
    O índice italiano FTSE MIB cai 1,32% depois do Movimento 5 Estrelas e a Liga terem chegado a um acordo para formar Governo em Itália, não tendo, no entanto, ainda decidido quem tomará o lugar de primeiro-ministro.

    As acções da banca italiana são as que mais penalizam a bolsa com o índice da banca italiana a cair 2,7%. As "utilities" também estão em queda.

    Estes são os principais destaques:

    • Ubisoft Entertainment (UBI FP): A maior produtora de jogos de vídeo francesa obteve um lucro operacional de €300,1 mn acima das previsões de €276,5 mn. As receitas foram €1,73 mil mn superando os €1,67 mil mn previstos. A empresa confirmou o objectivo de vendas de €2 mil mn para o próximo ano e resultado operacional de €440 mn.

    • Vivendi (VIV IM): A empresa italiana obteve receitas no primeiro trimestre de €3,11 mil abaixo dos €3,77 mil mn esperados. A empresa continua confiante em relação às perspectivas para o negócio durante o resto do ano e afirmou que está a estudar opções de mudança na estrutura accionista da Universal Music Group.

    • BMW (BMW GY): A Morgan Stanley fez downgrade das acções da BMW para “underweight” com um preço-alvo de €90 por acção.

    • Telecom Italia (TIT IM): A Vivendi afirmou que apoia o CEO da Telecom Italia, mas antevê o risco de desmantelamento da empresa.

    • AstraZeneca (AZN LN): Os lucros por acção no primeiro trimestre da farmacêutica britânica caíram 51% para $0,48, aquém das expectativas dos analistas de $0,57. As receitas foram $5,18 mil mn também abaixo dos $5,20 mil esperados devido à queda nas vendas do seu medicamento para o colestrol Crestor e pelos custos mais elevados. A empresa mantém o compromisso de voltar a registar um crescimento das vendas em 2018.

    • Richemont (CFR SW): O resultado operacional da empresa suíça de artigos de luxo subiu 8% para €1,84 mil mn abaixo do esperado de €2,06 mil mn. As receitas foram €10,98 mil aquém dos €11,20 mil mn esperados.
  • Itália
    Acordo final alcançado
    Fonte: Banco Invest
    ITALIA

    O líder do Movimento das Cinco Estrelas, Di Maio, declarou hoje que um acordo final foi alcançado para o programa do governo que não inclui planos para uma saída do euro ou referendo.

    Estes são alguns dos detalhes do acordo:

    - Solicitação da revisão das regras fiscais e a governação económica pela União Europeia;
    - Sanções contra a Rússia devem ser canceladas imediatamente;
    - Taxa de imposto de 15% para as empresas e 20% para os particulares;
    - Anulação do IVA automático no próximo ano e aumentos dos impostos especiais de consumo
     
  • Energias de Portugal
    Iberdrola e Endesa interessados em adquirir activos da EDP
    Fonte: Banco Invest
    EDP
    Segundo o jornal espanhol "Expansión", as empresas espanholas de energia Iberdrola e Endesa informaram a China Three Gorges que estariam dispostas a adquirir activos da EDP, nos quais a CTG não tivesse interesse ou que constituam um obstáculo ao sucesso da OPA.

    Por outro lado, o governo português fez uma alteração à lei que poderá facilitar a OPA chinesa na EDP. A alteração legislativa introduzida num decreto-lei, onde se aprovavam medidas de financiamento e de capitalização das empresas, favorece “a captação de investimento directo estrangeiro, designadamente, entidades infra-estaduais estrangeiras com as suas próprias estratégias de internacionalização e de investimento”.

    Com esta alteração os accionistas chineses da EDP acabam por ser beneficiados. Sem esta modificação, a CTG que tem 23,27%, e a CNIC, que tem 4,98% – ambas detidas pelo Estado chinês – teriam os seus direitos de voto contabilizados conjuntamente e limitados a 25% devido à cláusula estatutária da EDP que impede um accionista de votar com mais de 25% do capital.
  • Sonae SGPS
    Vendas online já crescem a um ritmo de 30%
    Fonte: Banco Invest
    SON
    Há muitos anos que a Sonae não registava um primeiro trimestre tão positivo. O lucro líquido consolidado mais do que duplicou para €20 mn no primeiro trimestre de 2018 superando os €15 mn esperados, suportado pelo crescimento no negócio do retalho alimentar e da Worten. Estes dois segmentos tiveram mais peso nas vendas online, a que se junta ainda a Salsa, que no conjunto cresceram entre 30% a 40%. 

    O volume de negócios consolidado subiu 8,7% face ao período homólogo para €1.342 mn acima do esperado pelos analistas de €1.328 mn. O EBITDA subjacente totalizou €57 mn, melhorando 11% face ao 1º trimestre de 2017.

    A Sonae diz que a possibilidade de a Amazon entrar directamente no mercado português até pode ajudar as suas vendas online.
  • Abertura de Mercados
    Mercados europeus a postos para oitava semana consecutiva de ganhos
    Fonte: Banco Invest
    180518
    Os mercados europeus abriram em leve alta com os investidores cautelosos sobre os desenvolvimentos nas negociações comerciais entre EUA e China. O dólar negoceia perto de um máximo cinco meses depois das taxas de juros das obrigações norte-americanos a 10 anos terem atingido 3,128% ontem, o seu nível mais alto em sete anos.

    Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a subir 0,40% e as praças chinesas encerraram no verde. No Japão, foi revelado o índice de preços no consumidor que subiu 0,6% em Abril face ao ano anterior aquém dos 0,7% antecipados pelos economistas.

    As principais bolsas norte-americanas encerraram em leve queda com renovados receios em torno das relações comerciais entre os EUA e a China, com ambas as potências a tentarem chegar a um entendimento. As acções do Cisco caíram 3,5% no dia que apresentaram lucros acima das estimativas dos analistas. No entanto, os analistas antecipam uma perda de quota de mercado para a tecnológica norte-americana. 

    Dados Macroeconómicos:

     00h30: Inflação (Abril)

     07h00: Índice Preços no Produtor (Abril)

     09h00: Balança de Transacções Correntes (Março)

    ´

     10h00: Balança Comercial

     11h00: Índices de Preços na Produção Industrial (Abril)


    Eventos:

     Discursos de vários membros da Fed: Mester (08h00), Kaplan (14h15) e Brainard (14h15)

     Pagamento dos seguintes dividendos ilíquidos: CTT (€0,38/acção) e Salvador Caetano (€0,20/acção)

     Assembleias Gerais: Martifer (15h00), Vista Alegre Atlantis (15h00)


    Resultados:

     AstraZeneca, Cie Financiere Richemont (06h30)

     Campbell Soup, Deere & Co (AA)


    Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

     Novo terminal de Sines cria mil empregos

     Grandes devedores à banca vão ser tornados públicos

     CTG diz que há duas Chinas na EDP

     Portugal 2020: Fundos dividem associação de municípios

     Governo faz alteração à lei que facilita OPA chinesa na EDP

     Fogos: Limpeza volta a falhar em municípios de alto risco;

     Tabaco: Venda sobe apesar das imagens chocantes

     Há quatro anos que o preço dos combustíveis não era tão elevado

  • Mercados Financeiros
    Índice dólar substitui o VIX como novo indicador de medo
    Fonte: Bloomberg
    USD

    Os investidores há muito que usam o índice de volatilidade VIX para sinais de pânico no mercado, no entanto, o dólar agora também já foi incluído na lista dos indicadores de medo. 

    As acções dos mercados emergentes tiveram uma forte queda nas últimas semanas com a apreciação do dólar que tornou os activos mais arriscados menos atraentes. 

    O índice MSCI Emerging Market Currencies, que mede a evolução de 25 moedas de países emergentes face ao dólar, atingiu o seu nível mais baixo desde Janeiro de 2017. 
     
  • Petróleo
    Brent quebra a fasquia dos $80 por barril
    Fonte: FT
    brent
    Os preços do petróleo atingiram hoje o seu nível mais alto desde Novembro de 2014.

    O Brent negoceia acima da fasquia dos $80 por barril com os conflitos geopolíticos a impulsionarem os preços depois de uma inesperada queda nos inventários norte-americanos de crude pela segunda semana consecutiva animar os investidores.
  • Europa
    Bolsas europeias em alta com resultados a dominarem as atenções
    Fonte: Banco Invest
    EUROPA1705
    Estes são os principais destaques:

    • Ocado (OCDO LN): A retalhista on-line britânica assinou um contrato com a gigante norte-americana de supermercados Kroger para construir até 20 armazéns robóticos nos Estados Unidos de América.

    • Altice (ATC NA): O EBITDA da operadora de telecomunicações diminuiu 2,3% para €1,26 mil mn, acima dos €1,24 mil mn esperados pelos analistas. As receitas foram €3,53 mil mn no trimestre, registando um crescimento no número de subscritores em todos os mercados. 

    • National Grid (NG LN): A "utility" britânica apresentou um lucro operacional ajustado de £3,50 mil mn ligeiramente acima dos £3,49 mil mn esperados. As receitas anuais foram £15,25 mil mn superando os £14,86 mil mn estimados pelos analistas.

    • Telecom Itália (TIT IM): A maior empresa de telecomunicações da Itália apresentou um resultado líquido ascendeu a €250 mn. As receitas foram de €4,7 mil mn acima do previsto de €4,66 mil mn. No entanto, o EBITDA foi €1,82 mil mn aquém do esperado de €1,97 mil mn.

    • Semapa (SEM PL): O lucro líquido consolidado da empresa, que controla a Navigator e é dona da cimenteira Secil, teve um aumento de 90,3% para €27,2 mn no primeiro trimestre de 2018. O volume de negócios desceu 2,5% para €508,7 mn, tendo as exportações e vendas no exterior ascendido a €387,5 mn, o que representa 76,2% do volume de negócios. O EBITDA aumentou 16,6% para €129,6 mn com uma melhoria da margem consolidada em 4,2 pontos percentuais para os 25,5%.

    • NN Group (NN NA): A cadeia de hotéis holandesa apresentou um resultado líquido de €399 mn batendo as expectativas dos analistas de €264,7 mn. A empresa reviu em alta os objectivos de corte de custos em €400 mn até ao final de 2020, com cerca de metade a serem realizados até ao final do ano.

    • EDP Renováveis (EDPR PL): A empresa fechou um novo contrato de longo prazo de venda de energia nos EUA. O projecto "Hidalgo II "localiza-se no Estado do Texas, e tem início previsto em 2019. A EDP Renováveis acordou a venda de 50 megawatts. Com este contrato, a EDP soma um total de 1,6 GW de contratos de longo prazo de energia eólica para projectos a serem instalados no período 2016-2020. 

    • Sonaecom (SNC PL): A Sonaecom lucrou, no primeiro trimestre deste ano, €5 mn, mais 500 mil euros que em igual período do ano passado. O volume de negócios cresceu 1,3% para €36,6 mn, com as tecnologias a registarem um negócio de €33,3 mn, mais 1% que em igual período do ano passado. Os mercados internacionais, na área de tecnologias da Sonaecom, já pesam 50%. o EBITDA atingiu os €8 mn, 17,6% acima de igual período do ano passado, devido à consolidação da Nos.

    • Galp Energia (GALP PL): A petrolífera foi alvo de um downgrade para "underweight" pelo Barclays com um preço-alvo de €17,5 por acção.

    • Bouygues (EN FP): A empresa apresentou uma perda operacional de €111 mn no trimestre, com as receitas ascenderam aos €6,83 mil mn. A empresa confirmou os objectivos anuais de uma melhoria gradual nos resultados.

    • Royal Mail (RMG LN): O serviço postal nacional do Reino Unido apresentou lucros anuais por acção de £45,5, acima dos £42 previstos pelos analistas. No entanto, as receitas anuais foram £10,17 mil mn abaixo dos £10,19 mil mn esperados. O dividendo será £16,3 por acção.
  • Abertura de Mercados
    Mercados mistos em dia de cimeira União Europeia-Balcãs
    Fonte: Banco Invest
    ab170518
    Os mercados europeus abriram mistas no dia que se realiza a cimeira União Europeia-Balcãs em Sófia, na Bulgária. A saída dos EUA do acordo nuclear com o Irão deverá ser um dos temas em destaque.

    Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a subir 0,53% reflectindo a fraqueza do iene. As encomendas de maquinaria industrial em Março no Japão desceram 3,90% aquém do esperado pelos economistas de 3%. As praças chinesas fecharam em queda. 

    As principais bolsas norte-americanas encerraram com ganhos impulsionados pelos resultados do sector do retalho, com relevo para as vendas da Macy’s que superaram as previsões dos analistas. A empresa reviu em alta as suas projecções para o ano.

    Dados Macroeconómicos:

     07h00: Vendas de Automóveis (Abril)

     10h00: Construção (Março)

     13h30: Pedidos Subsídio Desemprego

     13h30: Indicador de Sentimento Empresarial de Philadelphia (Maio)

     15h00: Leading Index (Abril)


    Eventos:

     13h00: Discurso de Constâncio, vice-presidente do BCE

     Discursos de vários membros da Fed: Kashkari (15h45) e Kaplan (18h30)

     O presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, vai comparecer perante membros do Parlamento Europeu para responder a perguntas sobre o uso indevido de dados de utilizadores por uma consultoria política

      A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, vai reunir-se com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk


    Resultados:

     Sonae SGPS (DF)

     Altice, Royal Mail, National Grid, Bouygues (06h30), Natixis (DF), Vivendi (DF)

     Applied Materials, Walmart (12h00), Nordstrom (DF)


    Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

     Fisco vai avisar empresas em risco

     Conselho geral de supervisão da EDP tem de avaliar OPA

     Acções das papeleiras em máximo histórico

     Função Pública: Mais médicos, menos docentes. O que mudou em seis anos

     Governo tem parada há um ano lei contra violência no desporto

     Petróleo em Aljezur avança mas sem novos furos até 2019

     Fundos Públicos: Governo vai reabilitar casas para alojar 50 mil estudantes

     Itália à beira de acordo político desafia UE e dá a mão à Rússia

     Mulheres da GNR obrigada a levar filhos para o posto

  • EUA
    Mercados norte-americanos em alta com retalho em destaque
    Fonte: Banco Invest
    US
    • Macy's (M US): A retalhista apresentou um aumento muito melhor do que o esperado nas vendas "same store" e no lucro do primeiro trimestre. A empresa espera lucros ajustados de $3,85 acima dos $3,50 esperados pelos analistas. As receitas ascenderam aos $5,54 mil mn superando os $5,43 mil mn previstos.

    • Micron Technology (MU US): A casa de investimento RBC atribuiu um preço-alvo de $80 com uma recomendação de "outperform" devido à procura pelos chips de memória NAND e DRAM.

    • Teva Pharmaceutical (TEVA US): Berkshire Hathaway mais que duplicou a posição na Teva Pharmaceutical detendo agora 4% do capital social.

    • Amazon.com (AMZN US): A empresa de comércio electrónico cortou os seus preços dos produtos da Whole Foods para clientes Prime. As novas ofertas podem tornar a Whole Foods uma opção mais barata do que os supermercados tradicionais para cerca de 8 milhões de seus clientes que já são assinantes da Amazon Prime.

    • Johnson & Johnson (JNJ US): A farmacêutica pretender reestruturar a linha de produtos para bebes, focando-se em produtos naturais.
     
    • Cisco Systems (CSCO US): A empresa apresenta os seus resultados hoje após o fecho do mercado. Os analistas esperam um EPS de $0,65 e receitas de $12,44 mil mn.

    • 3M (MMM US): A casa de investimento Jefferies reduziu o seu preço-alvo para as acções da 3M de $250 para $220 com a recomendação de "hold".
  • Estados Unidos de América
    Afinal o número mágico é 3,60%
    Fonte: BofA Merrill Lynch
    us10yr

    Pela primeira vez desde Janeiro de 2014 que a taxa de juro da dívida a 10 anos dos Estados Unidos supera o patamar psicológico de 3%. Este valor foi discutido durante muito tempo nos mercados como um nível preocupante, quer para as obrigações quer para as acções.

    Segundo o inquérito mensal a gestores de fundos do BofA Merrill Lynch em Maio, a maioria dos gestores de fundos deverão trocar acções por obrigações quando os juros das obrigações norte-americanas a 10 anos estiverem nos 3,60%, um pouco acima dos 3,50% em Abril.
  • Itália
    Pedido de perdão aumenta receios na Itália
    Fonte: Thomson Reuters
    italia

    Segundo o Huffington Post, a coligação 5 Estrelas e Liga pretendem solicitar ao Banco Central Europeu um perdão de €250 mil mn na dívida italiana. No entanto, outras fontes referem que essa proposta é antiga e não será incluída no programa subjacente ao acordo de governo pretendido pelas duas forças políticas. 

    As duas forças anti-sistema estão a colocar em causa o caminho de consolidação das contas públicas mas Bruxelas alertou ontem que as regras orçamentais são para cumprir.

    Os juros da dívida italiana a 10 anos sobem 2,02% e a bolsa italiana desce 1,50% com destaque para o índice da banca italiana que desce 2,40%.
  • Europa
    Destaques Empresariais
    Fonte: Banco Invest
    europa
    • Paddy Power (PPB LN): A empresa está em negociações para a aquisição da empresa norte-americana Fan Duel.

    • Alstom (ALO FP): O grupo industrial francês que actua na área de infraestruturas de energia e transporte apresentou um EBIT no 1.º trimestre de €514 mn, acima dos €473,3 mn previstos pelos analistas. As receitas ascenderam a €7,95 mil mn também superando os €7,68 mil mn previstos. A empresa aumentou o seu dividendo em 40% para €0,35 por acção.

    • Burberry Group (BRBY LN): A empresa de retalho de luxo britânica reportou um lucro operacional ajustado no 1.º trimestre de £467 mn acima dos £452,4 mn esperados pelos analistas. O crescimento de receitas comparáveis foi de 3% em linha com o previsto. As receitas ascenderam aos £2,73 mil mn ligeiramente abaixo dos £2,74 mil mn esperados. A Burberry anunciou um novo programa de recompra de acções de £150 mn.

    • Sanofi (SAN FP): A fase 3 de testes clínicos ao medicamento Dupixent atingiu os objectivos da empresa e será submetido a aprovação do regulador americano no 3º trimestre deste ano.

    • Repsol (REP SM): A empresa energética espanhola não irá investir no crescimento das suas reservas de petróleo e gás devido à sua transição para energias limpas. 

    • Air-France (AIR FP): O presidente-executivo indicou que o Estado Francês deverá vender a sua participação na Air France.

    • Telefónica (TEF SM): A empresa espanhola de telecomunicações assinou um acordo de distribuição dos serviços de "cloud" da Amazon.

    • Crest Nicholson (CRST LN): A construtora britânica reduziu o seu "outlook" devido ao aumento dos custos de construção que estão a ter um impacto negativo nos preços das casas.

    • Elior Group (ELIOR FP): A cotada francesa de catering apresentou resultados aquém do esperado, e por conseguinte, emitiu um "profit warning" para 2018.
  • Sector Pasta e Papel
    Altri em máximos históricos com apreciação do dólar
    Fonte: Banco Invest
    papel
    A empresa de pasta e papel atingiu um novo recorde de €7,35 beneficiando dos resultados trimestrais. No início desta semana, o CaixaBI elevou o preço-alvo para as acções para €7,60 e a recomendação de "acumular" para "comprar".

    As acções da Navigator também valorizam 1,72% para €5,33. Estas duas empresas beneficiam da apreciação do dólar americano porque as suas receitas são expressas em dólares tendo em conta que o preço da pasta e papel é cotado em dólares.

    A Semapa, que controla a Navigator, publica os seus resultados trimestrais hoje, depois do fecho do mercado. Os analistas do BPI estimam vendas no valor de €512 mn, um EBITDA de €130 mn e resultados líquidos de €24 mn.
  • Abertura de Mercados
    Mercados na linha de água com foco na inflação da Zona Euro
    Fonte: Banco Invest
    ab160518
    Os mercados europeus na linha de água com o foco hoje na divulgação do índice de preços no consumidor, em Abril na Zona Euro. Mario Draghi, presidente do BCE, também irá discursar em Frankfurt, onde poderá deixar novas indicações sobre o programa de compra de activos na Zona Euro.

    Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a cair 0,44% e as praças chinesas encerraram em queda. O Produto Interno Bruto do Japão caiu 0,6% entre Janeiro e Março, em comparação com o mesmo período no ano passado, o que representa a sua primeira queda após oito trimestres consecutivos de subidas. Entretanto, as autoridades norte-coreanas anularam o encontro de alto nível que estava marcado para hoje com a Coreia do Sul.

    As principais bolsas norte-americanas encerraram em queda com as expectativas que a Fed suba as taxas de juro quatro vezes no total no ano (em vez de três) e os juros das obrigações EUA a 10 anos subiram para o nível mais elevado desde Julho de 2011, para 3,066%. Os investidores também continuam preocupados com as relações comerciais entre os Estados Unidos e a China. As acções da Home Depot caíram 1,62% depois de as suas vendas terem ficado aquém do esperado pelos analistas.

    Dados Macroeconómicos:

     00h50: PIB (1º trimestre)

     05h30: Produção Industrial (Março)

     07h00: Inflação Harmonizada (Abril)

     10h00: Inflação (Abril)

     13h30: Casas em início de construção (Abril)

     13h30: Licenças de Construção (Abril)

     14h15: Produção Industrial (Abril)

     14h15: Utilização de Capacidade Instalada (Abril)


    Eventos:

     10h30: Portugal leiloa entre €1.500 mn e €1.750 mn de Bilhetes do Tesouro a 6 e 12 meses

     Discursos de vários membros do BCE: Draghi (13h00), Coere (13h30), Praet (15h30)

     Discursos de vários membros da Fed: Bostic (13h30) e Bullard (22h30)

     Acções dos CTT e Toyota Caetano negoceiam sem direito ao dividendo 


    Resultados:

     Semapa (DF), Sonaecom (DF)

     Telecom Italia, Suez, Altice, Ubisoft Entertainment

     Macy's (AA), Take-Two Interactive Software (DF), Cisco Systems (21h05)


    Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

     EDP: só houve uma OPA com prémio inferior e fracassou

     Disparidade salarial nas empresas agrava-se

     Cimpor perdeu 490 milhões em 2017

     Governo aprova novas regras para ADSE

     Trabalhadores a contrato nos hospitais vão poder progredir na carreira

     Lone Star dá nota positiva e reconduz António Ramalho no Novo Banco

     Estados Unidos e Israel defendem-se de onda de indignação

     Folga orçamental desaparece com crescimento a abrandar para 2,1%

     ADSE: Rendimento dos familiares de beneficiários vai ser escrutinado

     Hospitais acumulam um ano de dívidas

  • Mercados Financeiros
    "Buy in May and Sell the Rip" - BofA Merrill Lynch
    Fonte: BofA Merrill Lynch
    crowded
    Segundo o inquérito mensal a gestores de fundos realizado pelo Bank of America/Merrill Lynch, o consenso geral é que as acções vão continuar as subir até à recessão que só deverá chegar em 2020.

    Estes foram as principais conclusões:

    - "Long FAANG + BAT" é o "most crowded trade" pelo quarto mês consecutivo;
    - A intenção para comprar acções europeias está no nível mais elevado em três meses;
    - O Reino Unido é o país mais "underweight" mas o sentimento melhorou pelo segundo mês consecutivo;
    - Espanha ultrapassou Alemanha como país favorito para investir;
    - 19% dos gestores acreditam que Janeiro foi o topo do "bull run" que começou há nove anos;
    - 76% dos gestores acreditam que as acções vão continuar a subir e metade acha que deverá continuar até 2019 ou mais;
    - A banca é o sector preferido;
    - Apenas 6% dos investidores esperam que a economia europeia se fortaleça nos próximos 12 meses, caindo de 21% no mês passado;
    - O euro mais fraco é o catalisador mais importante para o apetite pelo risco na Europa;
    - O próximo catalisador mais citado é a evidência de mais de 10% de crescimento de EPS;
    - Petróleo a $100 e um "crash" do crédito são os "tail risks" novos;
    - 77% dos gestores de fundos investem em ETFs.
  • Ouro
    Abaixo de $1.300 pela primeira vez em 7 meses
    Fonte: Bloomberg
    xau
    O ouro está a negociar abaixo do patamar psicológico de $1.300 depois dos juros das obrigações norte-americanas a 10 anos terem superado os 3,05%, o valor mais elevado desde 2011.

    As vendas a retalho nos Estados Unidos subiram 0,3% em Abril, de 0,8% em Março, em linha com o esperado pelos economistas. Este é o segundo mês que sobem.
  • Home Depot
    Início lento da Primavera prejudica vendas
    Fonte: Banco Invest
    HD
    A retalhista norte-americana que vende produtos para o lar e construção civil foi beneficiada pelo mercado imobiliário forte e ventos económicos favoráveis. No entanto, o início lento da Primavera pode ter contribuído pelo atraso das compras pelos construtores.

    - EPS: $2,08 vs. $2,05 Est.
    - Receitas: $24,9 mil mn vs. $25,15 mil mn Est
    - Vendas comparáveis: +4,2% vs. 5,6% Est.
  • Zona Euro
    Desaceleração da economia no 1.º trimestre 2018
    Fonte: Bloomberg
    pib
    O crescimento da Alemanha, a maior economia europeia, abrandou para 0,3% no primeiro trimestre deste ano, de 0,6% no período homólogo, aquém do esperado pelos economistas de 0,4%. Esta desaceleração foi devido à queda das exportações.

    O Produto Interno Bruto (PIB) de Portugal também desceu de 0,7% no último trimestre de 2017 para 0,4% no primeiro trimestre, abaixo do esperado pelos economistas de 0,6%.

    Em relação à Zona Euro, o PIB cresceu 0,4% no primeiro trimestre de 2018 de 0,7% nos últimos três meses do ano passado, em linha com a expectativa dos economistas.

ACESSO INVEST ONLINE

DOCUMENTO PARA VALIDAÇÃO

POSIÇÕES DO NÚMERO DO DOCUMENTO

 
 
Este site utiliza cookies para funcionar correctamente. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. SABER MAIS Concordo