INVEST TRENDSBOND ALLOCATION

Uma combinação inteligente de dívida pública e privada,
com ênfase em obrigações de alta qualidade de retorno interessante



Num cenário de fraco crescimento económico e de normalização de taxas de inflação, em resultado das políticas monetárias restrictivas dos Bancos Centrais, após a rápida subida das taxas de juro e diminuição da liquidez nas economias, existem boas oportunidades de investimento.





O Trend Bond Allocation é composto por uma carteira diversificada de Fundos de Investimento de Obrigações, com uma yield média atractiva e um rating de crédito de qualidade Investment Grade.

O TREND BOND ALLOCATION É COMPOSTO POR:


40% de dívida pública

60% de dívida privada

Repartida em 40% de emitentes com rating Investment Grade (IG) e 20% com rating High Yield (HY).





PRINCIPAIS MÉTRICAS DO TREND:*

Yield média: 4.9%

Duração: 5,4 anos

Alocação geográfica:

Rating médio: A-

 

*Dados da carteira relativo a 31 de Dezembro de 2023

  • COMPOSIÇÃO
  • GRÁFICO
  • Bond Allocation Períodos de desaceleração do crescimento económico e de normalização das taxas de inflação, em resultado das políticas monetárias restrictivas dos Bancos Centrais, historicamente, traduzem-se na outperformance das Obrigações, em especial das com melhor rating de crédito (IG) relativamente às Acções, cuja avaliações tendem a ficar vulneráveis à revisão em baixa das estimativas de crescimento dos earnings das empresas, num contexto macroeconómico mais adverso. O trend “Bond Allocation” permite o investimento numa carteira diversificada de fundos de investimento de Obrigações com rating de crédito médio de qualidade Investment Grade (40% de Dívida Pública e 60% de Dívida Privada, repartida em 40% de emitentes com rating Investment Grade (IG) e 20% com rating High Yield (HY).
    Fundo Cotação Alocação Rend. Anualizada
    1 ANO
    Rating
    MorningStar
    Risco 1 ano Moeda Gráfico
    Neuberger Berman Corporate Hybrid Bond 11,5100 10,00% 8,89 EUR area_chart
    Pictet EUR Short Term High Yield R 126,4200 20,00% 6,54 EUR area_chart
    BGF Global Government Bond Fund 20,1700 30,00% - EUR area_chart
    PIMCO Global Bond Fund EUR 22,6900 30,00% 3,56 EUR area_chart
    Schroder EURO Government Bond 9,1206 10,00% 1,84 EUR area_chart
Porquê investir?


As Obrigações IG tendem a exibir mais resiliência durante períodos de correcção de mercado (drawdowns mais expressivos):



Fonte: Goldman Sachs Asset Management, based on Bloomberg indexes


As Obrigações de Dívida Privada descontam um cenário mais pessimista do que as Acções, reflectindo em taxas de default (níveis de incumprimento) implícitas nos respectivos spreads de crédito actualmente exigidos pelo mercado, muito superiores à média histórica. Assim, os actuais níveis são interessantes para ganhar exposição à Dívida Privada, nomeadamente no segmento com melhor rating (IG).





Os spreads de crédito investment grade estreitaram no pico 15 de Março:


Fonte: Bloomberg, J.P. Morgan Asset Management; datado em 25 de Abril de 2023


O HY está igualmente em níveis históricamente interessantes. Porém, tendo em consideração a incerteza macroeconómica e a correlação históricamais elevada com os mercados accionistas, há uma maior cautela já reflectida na menor exposição no Trend (20%).



A Dívida Pública, cujas yields subiram de forma acentuada em 2022, volta a ser interessante enquanto instrumento com rendabilidade e de diversificação, caso a conjuntura macroeconómica venha a revelar-se mais severa do que o esperado.

Porquê agora?

O potencial de retorno está em máximos em mais de uma década.

Quando as yields eram baixas/ negativas, as yields das obrigações de alta qualidade não eram atractivas e não ofereciam um potencial de retorno interessante. Após o ajuste de 2022, o segmento IG passou a verificar o nível de rendimento mais atractivo em mais de uma década.



O potencial de retorno total está no limite superior do seu intervalo histórico.

Esta yield pode oferecer protecção durante os movimentos de redução de risco e ajudar a compensar as descidas dos preços das obrigações, caso as taxas continuem a subir.
Um ritmo mais lento de aperto monetário também implica uma menos volatilidade das taxas, o que tenderá a favorecer o segmento Investment Grade.

O valor do capital investido em organismos de investimento colectivo pode flutuar, em função da avaliação dos activos que integram o seu património, e mesmo não permitir recuperar o montante inicialmente investido. Alterações das taxas de câmbio entre divisas podem afectar o valor do investimento. As rendibilidades divulgadas representam dados passados, não constituindo garantia de rendibilidade futura. As rendibilidades apresentadas não incluem qualquer comissão de subscrição ou de resgate e estão líquidas de todas as comissões inerentes a organismos de investimento colectivo. As rendibilidades divulgadas para prazos superiores a 1 ano só seriam obtidas caso o investimento tivesse sido feito durante a totalidade do período de referência. Às rendibilidades obtidas será retido na fonte, à taxa em vigor, o imposto sobre os rendimentos obtidos aquando do resgate. Os prospectos e os documentos com informações fundamentais destinadas aos investidores estão disponíveis em www.bancoinvest.pt para consulta em suporte duradouro, ou nos balcões do Banco Invest, S.A., para consulta em papel.

O Banco Invest recebe da Sociedade Gestora uma percentagem da comissão de gestão dos organismos de investimento colectivo (e/ou de distribuição, quando aplicável), de forma a suportar os serviços prestados aos seus clientes, designadamente:
   - Disponibilização de ferramentas online que permitem a pesquisa, análise e comparação de organismos de investimento colectivo;
   - Custos de transacção, liquidação e custódia das unidades de participação/acções dos organismos de investimento colectivo;
   - Divulgação de informação sobre eventos relativos aos organismos de investimento colectivo (dividendos, conversões, fusões, aquisições e liquidações);
   - Divulgação e actualização das cotações diárias e das rendibilidades dos organismos de investimento colectivo;
   - Custos inerentes à actividade geral de distribuição dos organismos de investimento colectivo (recursos humanos, infra-estruturas, tecnologia, fornecedores, documentação legal, taxas de supervisão, etc).

O seu consentimento para o tratamento de dados pessoais pode ser retirado a qualquer momento, através de comunicação escrita para dpo@bancoinvest.pt ou Av. Eng. Duarte Pacheco, Torre 1 - 11.°, 1070-101 Lisboa.
Para mais informações, consulte a Política de Privacidade do Banco Invest, S.A., disponível em www.bancoinvest.pt.

ACESSO INVEST ONLINE